Nos últimos 20 anos várias empresas se aproveitaram do conceito de inovação aberta, usando ideias internas e externas para aumentar a sua performance em inovação. Estudos apontam que 80% das grandes multinacionais se beneficiam através da inovação externa, utilizando-se de universidades, institutos de pesquisas e startups como fonte para crescimento e adoção de novas tecnologias e processos mais eficientes. Isso porque depender apenas da inovação advinda de times internos é uma grande aposta em se tornar obsoleto ou atrasado, já que esse processo é muito lento e extremamente caro.

Contudo, mesmo a inovação aberta está ficando de certa forma ultrapassada, sim é isso mesmo que você leu! Em uma sociedade cada vez mais conectada e compartilhada esse modelo de inovação aberta pode não ser mais tão eficiente. Para muitas empresas a necessidade de agilidade, resposta rápida a mudanças e adequação à velocidade rápida do mercado é melhor satisfeita através do uso de um ecossistema de inovação. Por exemplo, grandes problemas de mobilidade e urbanização podem ser mais facilmente resolvidos através da formação de uma rede de colaboração entre empresas privadas e entes públicos, o que chamamos de hipercolaboração.

 

A hipercolaboração é baseada na ideia básica de que um ecossistema de inovação, ao invés de uma única empresa, pode, de uma forma mais veloz e fácil, fornecer as soluções inovadoras que o mundo espera.

 

Hipercolaboração significa olhar para o ecossistema com outros olhos, não somente um espaço de busca de fornecedores, mas também como espaços fortemente competitivos nos quais as empresas competem pelos melhores parceiros, tecnologias e networking para criar, desenvolver e aperfeiçoar produtos e novos produtos com base em novos processos, metodologias, valores e oportunidade. Adicione ainda o fato que é muito provável que alguém já possua a solução dos problemas e necessidades que você está buscando resolver e que a probabilidade destas mentes não estarem no seu time é muito alta. Portanto, qual o custo de querer desenvolver tudo internamente?

As características que acompanham as necessidades da hipercolaboração estão ligadas ao desenvolvimento deste ecossistema de inovação colaborativa que, a partir de uma visão clara e do senso de propósito, criam um ambiente de troca de ideias, colaboração entre as partes e conseguem lidar rapidamente com cenários de mudanças e desafios comuns aos envolvidos e tudo isso de forma mais assertiva e econômica.

Estar inserido em um ambiente de hipercolaboração claramente só traz benefícios para sua empresa ou seus projetos. A rede de contatos desse ambiente pode ajudá-lo a transformar e dinamizar suas necessidades, além de permitir que você perceba e antecipe necessidades dentro de um cenário ainda maior, garantindo o sucesso da entrega e facilitando a solução dos desafios do dia a dia. Já pensou que a dificuldade que você tem hoje pode já ter sido facilmente resolvida por um parceiro?

 

Um dos grandes exemplos que criamos a partir do uso uma rede de hipercolaboração é o evento VIASOFT CONNECT.

 

Através da união de parceiros de vários segmentos e especialidades, desenvolvemos um espaço de troca de ideias e de relacionamento altamente eficiente para parceiros e participantes, permitindo que novas tendências –  não somente em tecnologia, mas em processos, gestão, relacionamento, vendas, tecnologias, entre outras temáticas – sejam discutidas e aperfeiçoadas com base nas experiências e conhecimentos de todos os membros desse ecossistema.

Os participantes do Connect conseguem utilizar deste ambiente propício para compreender suas dificuldades, melhorar ideias, realizar negócios mais adequados, se atualizar de uma forma dinâmica e em múltiplos níveis, através da troca de conhecimento, informações e cases de sucesso, mas também do que não deu certo.

Assim, faça o uso da hipercolaboração, use o ecossistema para crescer e se desenvolver rapidamente! O conceito de hipercolaboração desenvolve a habilidade intrínseca da empresa lidar com o mundo a sua volta de uma forma dinâmica e, ainda mais importante, de uma forma oportunista e inteligente. Claro que esse modelo de colaboração não irá substituir a inovação tradicional, mas vale destacar que isso tem se demonstrado como um novo modelo de se relacionar e interagir, atraindo grandes parceiros de inovação e empresas para colaborar juntos. O risco de você não embarcar nesta onda e perder oportunidades futuras é grande.  Aprender com o ecossistema pode transformar o seu negócio!

 

Maicon Scariotti Lucca é Coordenador do Evento Viasoft Connect.