Especialista no uso de IA para desenvolvimento de negócios, Fagundes trabalha em um projeto que vai melhorar a experiência de usuários de veículos elétricos individuais

Nos últimos anos, que mora m grandes cidades percebeu a expansão do mercado de veículos elétricos individuais. Patinetes, bicicletas e motocicletas movidos a energia elétrica seguem uma tendência: é preciso facilitar a mobilidade da população e reduzir o impacto ambiental provocado pelos combustíveis. Eduardo Fagundes, pesquisador de Big Data e Inteligência Artificial (IA), tem experiência no assunto. Com sólida carreira em empresas de energia e indústria automotiva, hoje trabalha no desenvolvimento de projetos de Inteligência Artificial que usam fontes de energia renováveis.

Na startup Infra Solar, Eduardo compõe um time de especialistas que estuda a aplicação de novas tecnologias para ampliar as possibilidades dos veículos elétricos. Combinando big data, cloud computing, e IoT, será possível se locomover sem se preocupar com pontos de recarga ou duração da bateria. O projeto da Infra Solar inclui bases de painéis solares ou elétricos, instaladas em pontos estratégicos, que além de fazer a recarga da bateria, se relacionam com os usuários de forma inteligente. “Criamos um ecossistema para monitorar veículos elétricos individuais. Os painéis alimentam as baterias e utilizamos a Internet of Things para comunicação das bases com o sistema. A partir daí, será possível desenvolver diversos produtos de IA para ajudar os usuários”, explicou Fagundes durante sua palestra do Viasoft Connect 2020.

Mobilidade do futuro

A partir da implantação de sistemas como o da Infra Solar, os usuários receberão, por aplicativo, alertas sobre pontos de recarga, sugestões baseadas em geolocalização e suporte necessário para transitar pelas cidades com segurança. “A IA permite conhecer o comportamento dos usuários de veículos elétricos para ajudar nas atividades diárias com máxima eficiência. Mais do que isso, o uso desses veículos atende o desafio das cidades para os próximos anos. Usar IA para a mobilidade vai contribuirpara reduzir a emissão de gases do efeito estufa e melhorar a qualidade de vida dos moradores”, concluiu Fagundes.

Conteúdo: Básica Comunicações

 

Apoio: Lei de Incentivo à Cultura, Copel e Governo do Paraná

 

Patrocínio: Condor, Copel, Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania

 

Patrocinadores: Horizons Telecom, Sistema Fiep, Pós PUC Digital, Condor, Grupo Voitto, Haze Shift, Nexcore, Task TI, Ateliware, Exact Sales, LB2 Consultoria

 

Correalizadores: Vale do Pinhão, Agência Curitiba de Desenvolvimento, Prefeitura Municipal de Curitiba, ABRH-PR, Condor Connect, Governo do Estado do Paraná, OAB/PR, Sebrae, RPC, Inside Sales Curitiba, CS Move, Women Leadership

 

Apoiadores: iCities, Faciap, Unifacear, Instituto das Cidades Inteligentes, Unicentro, CREA-PR, Unidep, ADVB-PR, Assespro, Curitiba Angels, Gazeta do Povo, Gazz Conecta, Hotmilk, AAA Inovação, JValério, Great Place to Work, GhFly, Curitiba e Região Convention & Visitors Bureau (CCVB)