Se imagine diante de um tabuleiro de xadrez, esqueça as distrações, agora é você e o tabuleiro. É a sua vez de jogar.

 

Seu adversário está pegando pesado, você se sente encurralado e é forçado a fazer um movimento mais ousado. É preciso sacrificar peças. Mas qual sacrifício te aproxima mais do seu objetivo?

 

Continue imaginando o jogo, só que agora, você está olhando para outro tabuleiro. De cima, você enxerga um mapa mental de toda sua vida. Nele aparecem as principais atividades que você investe mais tempo: durante o trabalho, o que tem lido/assistido, lugares que tem frequentado e assim por diante.

 

Ao observar mais de perto, você verá os padrões cotidianos, desde escovar os dentes até atividades que consomem uma grande parte de sua energia, como e-mails, resolver problemas e uma infinidade de pequenas tarefas.

 

Prestou atenção!? O que acontece com o passar dos dias? Aonde tem empregado mais tempo? Quanto dele é investido em projetos que podem trazer melhorias significativas para sua empresa ou vida?

 

A falta de consciência sobre o que se está fazendo diminui radicalmente umas das habilidades mais incríveis do ser humano: inovar! Nos coloca no automático e, sem perceber, ocupamos nossa agenda com diversas atividades de baixa relevância, que geram pouco valor.

 

A falta do hábito de criticar o uso do tempo nos deixa com poucas opções de ação. Voltemos para o jogo de xadrez, já identificou quem é o adversário que te encurralou?

 

A boa notícia é que está inteiramente a seu alcance criar novos caminhos. Comece eliminando as peças te afastam do objetivo, isso garante um tempo extra para se dedicar a projetos de maior valor agregado.

 

Faça o exercício do “E se…” para buscar soluções alternativas para problemas recorrentes. E promova conscientemente o desconforto para seu cérebro. Como? Conheça lugares novos, leia livros, artigos e assista palestras sobre temas sem relação com o que você trabalha/estuda, conheça pessoas interessantes! Isso dará a sua mente subsídio para novas intersecções, novos pontos de vista e insights.

 

Lembre-se que tão importante quanto se preparar para vencer é saber quais partidas não se deve jogar!

 

 

Alan Tagliari é Diretor Comercial na Viasoft. Ele faz parte do time de palestrantes do Viasoft Connect.